close

UM PICASSO • A PICASSO

Um Picasso
a
h
c
b
d
e
g
f

122ª Produção

FICHA ARTÍSTICA | CAST AND CREW

autor | author Jeffrey Hatcher

tradução | translation Brian Head

encenação | directed by Eduardo Tolentino de Araújo*

elenco | cast Ana Bustorff, Rui Madeira

espaço cénico| set design Eduardo Tolentino de Araújo

figurinos | costume designer Manuela Bronze

criação vídeo | video design Frederico Bustorff Madeira

criação sonora | sound design Pedro Pinto

desenho de luz | light design Antonio Simón

design gráfico e fotografia | graphic design and photography Paulo Nogueira

*diretor do Grupo TAPA | Grupo TAPA director

*do Centro de Criação de Video e de Som RODAVIVA | From Centro de Criação de Video e de Som RODAVIVA

M/14 | 14 years and up

SINOPSE

Paris ocupada pelos alemães. A Gestapo “quer” uma obra de Picasso para uma “vernissage”. Picasso, é levado para um bunker, onde conhece uma atraente loura que está ali em missão secreta: obter a autenticação de Picasso em, pelo menos, um de três auto-retratos do artista. Pretende incluir Picasso numa vernissage com obras de Klee, Miró e Leger. Depois de uma apaixonante esgrima verbal entre o artista e a agente, Picasso acaba por assumir os três desenhos, de diferentes períodos da sua vida. Feliz pela missão cumprida e pelo desenrolar da relação entre eles, Fraulein Ficher convida Picasso a sair dali com ela e o pintor indaga onde e quando ocorrerá a exposição? Pela resposta evasiva percebe que se trata afinal de uma manifestação nazi onde se queimarão obras de “arte degenerada”. A reacção de Picasso é violenta, passando a negar a autenticidade dos desenhos, com a agente a exigir uma justificação mais plausível. Picasso satisfaz com argumentos a exigência e deixa a loura sem o objectivo final da sua visita: uma obra autenticada. Depois de mais uma luta verbal intensa e estimulante, o artista começa a desenhar a própria Fraulein, continuando o jogo de sedução entre eles. Picasso acaba por destruir o retrato e tenta violá-la. Na luta, ela cospe-lhe no rosto e ele volta ao desenho para tentar captar a raiva da mulher, incentivando-a a despir-se…

Rui Madeira

In an occupied Paris by germans, the Gestapo wants a work of art from Picasso for a “vernissage”. However, Picasso is taken to a bunker where he meets an attractive blonde. That blonde is there on a secret mission: to obtain a Picasso authentication in at least one of three self-portraits of the artist. The blonde woman intended to include Picasso a vernissage with works by Klee, Miró and Leger. Then, and after a passionate verbal sparring between the artist and the agent, Picasso ends up in the three drawings from different periods of his life. Happy for the mission accomplished and the progress of their relationship, Fraulein Ficher invites Picasso to go out of there with her, before that the painter asks where and when the exposure will occurs. Upon realizing that she is being evasive that is a Nazi rally where they will burn the works of “degenerate art” anyway. The reaction is violent from Picasso, starting to deny the authenticity of the drawings, with the agent demanding a more plausible justification. Then Picasso meets the requirement with arguments and lets the blond without the ultimate objective of their visit: an authenticated work. After another intense and stimulating verbal sparring, the artist begins to draw the Fraulein – continuing the game of seduction between them both. Picasso eventually destroys the picture and tries to rape her. In the struggle, she spits in his face and he goes back to the drawing trying to capture her angry, encouraging her to undress…

Rui Madeira

Estreia 2 de maio de 2014 | Premiere May 2, 2014