close

EM PESSOA • IN PESSOA

Em Pessoa_André Laires, António Jorge, Thamara Thais_foto de Paulo Nogueira (2)
Em Pessoa_André Laires, António Jorge, Thamara Thais_foto de Paulo Nogueira (1)
Em Pessoa_André Laires, António Jorge_foto de Paulo Nogueira
Em Pessoa_André Laires_foto de Paulo Nogueira (2)
Em Pessoa_António Jorge, André Laires, Thamara Thais_foto de Paulo Nogueira
Em Pessoa_António Jorge_foto de Paulo Nogueira1
Em Pessoa_Thamara Thais_foto de Paulo Nogueira
Em Pessoa_André Laires_foto de Paulo Nogueira

121ª Produção

FICHA ARTÍSTICA | CAST AND CREW

autor | author Fernando Pessoa

dramaturgia e encenação | dramaturgy and directed by Sílvia Brito

elenco | cast André Laires, António Jorge, Eduarda Filipa

voz off  [The Poem] Solange Sá

espaço cénico | set design António Jorge

criação vídeo | video design Frederico Bustorff Madeira*

desenho de som | sound design  Pedro Pinto*

desenho de luz | light design  Nilton Teixeira

design gráfico e fotografia | graphic design and photography  Paulo Nogueira

*do Centro de Criação de Video e de Som RODAVIVA | From Centro de Criação de Video e de Som RODAVIVA

M/12 | 12 years and up

SINOPSE

Uma imensa humanidade é o que perpassa nas palavras de Fernando Pessoa, poeta e pensador maior da nossa literatura. Impregnadas de memória e sonho, de quotidianos cheios, afinal, de gestos inúteis, mas sobreviventes ao tempo eterno do mundo; palavras vitais de um espanto iniciático que desnuda o absurdo da vida-morte sob a camada implacável da pulsão artística.
Este espectáculo tem como foco o processo/drama da criação artística como terreno de busca de uma identidade; letras, vozes, corpos múltiplos, distintos nas formas de Caeiro, Campos e Reis, procuram afirmar a sua originalidade e a sua diferença mas, sabemos, todo o seu sentido se reúne no universo complexo e inominável de um só Pessoa, estilhaçado.
Em corpo-presente, no palco, será possível resgatar essas centelhas fulgurantes de lucidez e criação, alimento intemporal? Esperamos que sim.

Sílvia Brito

An immense humanity is what permeates the words of Fernando Pessoa, poet and greatest thinker of portuguese literature. Steeped in memory and dream, full of everyday, anyway, useless gestures, but surviving the eternal world time; vital words of an initiatory amazement that bare the absurdity of life-death under the relentless layer of artistic instinct.
This show focuses on the process / drama of artistic creation as ground search of an identity; letters, voices, multiple bodies, the different forms of Caeiro, Reis and Campos, seek to assert their originality and their difference but we know its full meaning and meets the complex universe of one nameless Pessoa, shattered.
In this body-on stage, you can redeem these glittering sparks of lucidity and creation, timeless food? Hope so.

Sílvia Brito

Estreia21 de janeiro de 2014 – Braga, Portugal, Theatro Circo | Premiere January 21, 2014 – Braga, Portugal, Theatro Circo