close

PÁRA-ME DE REPENTE

PÁRA-ME DE REPENTE I
PÁRA-ME DE REPENTE III
PÁRA-ME DE REPENTE II
PÁRA-ME DE REPENTE

97ª Produção

FICHA ARTÍSTICA

autor Vergílio Alberto Vieira

encenação Rui Madeira

elenco Armando Pinho, Carlos Feio, Elisabete Piecho, Jaime Soares, Rogério Boane, Solange Sá, Teresa Chaves

figuração (estagiários da acção de formação sobre práticas teatrais do projecto AU!) Susana Gouveia, Sara Mesquita, Thales Milet, Pedro Duarte, Alexandre Sá, Laila Dambo, Diogo Campos, Eva Ribeiro, Mário Benedito; crianças Tito Lopes, Paulo Nuno

espaço cénico Rui Madeira

figurinos Maria Sangreman

criação de máscaras Rui Anahory

design de luz Fred Rompante

design de som Pedro Pinto

música e interpretação José Fernandes

vídeo Frederico Bustorff

SINOPSE

PÁRA-ME DE REPENTE, é um espectáculo sobre Portugal, sobre a Memória, sobre o Sonho ou Pesadelo que carregamos aos ombros. Nós, filhos de um país fundado na ideia mítica do Império, alimentado de grandezas e incapaz de se reconhecer na sua própria sombra. Um olhar mordaz sobre tudo aquilo que pensamos que somos e o nada que assumimos.

PÁRA-ME DE REPENTE, é um espectáculo que se inicia na Guerra Colonial, que nos projecta noutros momentos charneira da nossa história colectiva e nos traz de «volta a casa», exauridos da Viagem e pasmados do Futuro.

Rui Madeira